Sítio do Picapau Amarelo

Sitio-do-pica-pau-Amarelo
Sitio-do-pica-pau-Amarelo

Sítio do Picapau Amarelo

O cenário principal é um sítio, batizado com o nome de Picapau Amarelo, de onde vem o título da série, onde uma menina chamada Narizinho, um menino chamado Pedrinho e uma boneca falante chamada Emília desfrutam de aventuras explorando fantasia, descoberta e aprendizagem.

hqdefault

Em várias ocasiões, eles deixam o sítio para explorar outros mundos, como a Terra do Nunca, a mitológica da Grécia Antiga, um mundo subaquático conhecido como Reino das Águas Claras, e o espaço exterior.

Sítio do Picapau Amarelo – Adaptações

O Sítio também tem sido adaptado diversas vezes desde os anos 50, para filmes em live-action e séries de televisão, sendo as produções da Rede Globo de 1977-1986 e 2001-2007 as mais populares. Globo detém os direitos de Sítio do Picapau Amarelo e é a última editora dos livros, por meio de sua divisão editorial da Editora Globo.

Em 1920, durante uma partida de xadrez com Toledo Malta, este contou a Monteiro Lobato a história de um peixinho que, saído do mar, desaprendeu a nadar e morreu afogado.  Lobato diz que perdeu a partida porque o peixinho não parava de nadar em suas ideias, tanto que logo sentou-se à maquina e escreveu A História do Peixinho Que Morreu Afogado, atualmente relatado como perdido já que Lobato nunca se lembrou de onde o havia publicado.

Sítio do Picapau Amarelo – Contos

Este conto, deu origem ao livro A Menina do Narizinho Arrebitado, publicado no Natal de 1920. A Menina do Narizinho Arrebitado introduziu a personagem-título Lúcia “Narizinho” e sua boneca de pano Emília. O livro foi posteriormente reeditado, no ano seguinte, como o primeiro capítulo de Reinações de Narizinho, livro que inicia a série Sítio do Picapau Amarelo, que introduziu os outros personagens principais como Pedrinho e o Visconde de Sabugosa, e forneceu uma visão ampliada do universo do Sítio.

Sítio do Picapau Amarelo – Monteiro Lobato

Para a configuração da fazenda, Lobato foi inspirado em memórias de sua própria infância, visto que ele mesmo viveu em uma fazenda no interior de São Paulo com sua família.

Nos personagens, Lobato definiu sua própria personalidade na infância e características de sua família. Seu avô, o Visconde de Tremembé, foi uma inspiração para o personagem Visconde de Sabugosa, Emília apresenta dele, o comportamento jovem “mandão” e ” teimoso”.

globo__S_tio do Picapau Amarelo-Zilka Salaberry_ Andr_ Valli_ Jacira Sampaio I0000356__gallefull

O sítio do picapau amarelo fica  longe das  cidades  grandes  e da  poluição. Lá, as pessoas vivem  aventuras fantásticas. Dona benta , uma velhinha  simpatica, gosta  de  contar  fabulosas  histórias e brincar  com seus netos  Pedrinho e Narizinho.   O menino adora aventuras e caçadas. A menina gosta muitos de ouvir histórias.

hqdefault

Sítio do Picapau Amarelo – A Emília

No sítio,  existe  uma boneca de pano ,muito curiosa , travessa e tagarela que se chama Emília. Ela vive correndo e gritando para lá e para cá. A  boneca foi criada pela tia Nastácia , a cozinheira do sitio , ela é uma  senhora  muito religiosa e adora  contar  histórias floclóricas.

Sítio do Picapau Amarelo – A Fantasia

Neste  sítio , tudo é possivel: animais  falam, como o porco marquês de rabico; sabugo de milho é cientista, conhecido como Visconde de sabugosa,que fabrica um pozinho mágico de pirlimpimpim, para  as pessoas descobrirem mundos incriveis .

1f7101_11

Com essa turma , você conhece personagens floclóricos, como o Saci, a mula- sem- cabeça , o curupira e a Iara, e viaja pelo  mundo inteiro, pelo  tempo e pelo espaço sideral.

( Monteiro Lobato )